LISTA DE DISCIPLINAS

Multiplicadores de Lagrange

Selecione os exercícios por

Dificuldade

Categoria

Outros

Os botões acima permitem selecionar que tipos de exercício você deseja ver na lista.
Para retirar alguma categoria da lista, clique sobre o botão para toná-lo inativo. Para adicioná-la, clique novamente no botão.


2860   

Estude com relação a máximos e mínimos a função dada com as restrições dadas.

$f(x,y) = 3x + y$ e $x^2 + 2y^2 = 1.$


Ponto de máximo: $\displaystyle \left( \frac{6}{\sqrt{38}}, \frac{1}{\sqrt{38}} \right)$; ponto de mínimo: $\displaystyle \left( -\frac{6}{\sqrt{38}}, -\frac{1}{\sqrt{38}} \right)$.


2861   

Estude com relação a máximos e mínimos a função dada com as restrições dadas.

$f(x,y) = 3x + y$ e $x^2 + 2y^2 \leq 1.$


Ponto de máximo: $\displaystyle \left( \frac{6}{\sqrt{38}}, \frac{1}{\sqrt{38}} \right)$; ponto de mínimo: $\displaystyle \left( -\frac{6}{\sqrt{38}}, -\frac{1}{\sqrt{38}} \right)$.


3091   

Encontre todos os extremos relativos de \(x^2y^2\) sujeitos à restrição \(4x^2+y^2=8\). Faça-o de duas maneiras: primeiro, usando restrições para eliminar uma variável e, em seguida, utilizando multiplicadores de Lagrange como variáveis auxiliares.


Ocorre máximo absoluto de \(4\) em \((\pm 1,\pm 2)\); mínimo absoluto de valor \(0\) em \((\pm\sqrt{2},0)\) e \((0,\pm 2\sqrt{2})\).


2898   

Determine os pontos da elipse $\mathcal{D} = \left\{ (x,y) \in \mathbb{R}^2: \frac{x^2}{8} + \frac{y^2}{2} = 1 \right\}$ que fornecem o maior e o menor valor da função $f(x,y) = xy$.


Pontos de máximo: $(2,1)$ e $(-2,-1);$ pontos de mínimo: $(-2,1)$ e $(2,-1).$


2866   

Estude com relação a máximos e mínimos a função dada com as restrições dadas.

$f(x,y) = x^2 - 2xy + y^2$ e $x^2 + y^2 = 1.$


Pontos de máximo: $\displaystyle \left( \frac{1}{\sqrt{2}}, -\frac{1}{\sqrt{2}} \right)$ e $\displaystyle \left( -\frac{1}{\sqrt{2}}, \frac{1}{\sqrt{2}} \right)$; ponto de mínimo: $\displaystyle \left( \frac{1}{\sqrt{2}}, \frac{1}{\sqrt{2}}\right)$.


2870   

Utilize os multiplicadores de Lagrange para determinar os valores máximo e mínimo da função sujeita à(s) restrição(ões) dada(s).

$f(x,y) = x^2 + y^2; \quad xy = 1.$


Não há valor máximo; valor mínimo: $2.$


2864   

Estude com relação a máximos e mínimos a função dada com as restrições dadas.

$f(x,y) = xy$ e $x^2 + 4y^2 = 8.$


Pontos de máximo: $\displaystyle \left(2,1\right)$ e $(-2,-1)$; pontos de mínimo: $\displaystyle \left(-2,1\right)$ e $(2,-1)$.


2775   

Use multiplicadores de Lagrange para demonstrar que o triângulo com área máxima, e que tem um perímetro constante $p$, é equilátero.

(Sugestão: Utilize a fórmula de Heron para a área:

$$A = \sqrt{s(s-x)(s-y)(s-z)},$$

em que $s = p/2$ e $x,y$ e $z$ são os comprimentos dos lados.)



Utilizando a fórmula de Heron temos que a área e um triânulo é

$$A=\sqrt{s(s-x)(s-y)(s-z)},$$

com $s=p/2$ e $x,\,y,\,z$ lados do triângulo.

Mas a álgebra fica mais simples se maximizarmos o quadrado da área, isto é,

$$A^{2}=f(x,y,z)=s(s-x)(s-y)(s-z).$$

A restrição é que o triângulo têm perímetro constante $p$, ou seja,

$$g(x,y,z)=x+y+z=p.$$

De acordo com o método dos multiplicadores de Lagrange, resolvemos $\nabla f=\lambda \nabla g$ e $g=p.$ Então

$$\nabla f(x,y,z)=(\,-s(s-y)(s-z),\, -s(s-x)(s-z),\,-s(s-x)(s-y)\,)$$

e

$$\lambda \nabla g(x,y,z)=\lambda (1,1,1)=(\lambda, \lambda, \lambda).$$

Logo temos as seguintes equações

\begin{array}{rcl}-s(s-y)(s-z)&=&\lambda\\-s(s-x)(s-z)&=&\lambda\\-s(s-x)(s-y)&=&\lambda\\x+y+z&=&p\end{array}

Assim, das três primeiras equações, temos que

$$-s(s-y)(s-z)=-s(s-x)(s-z)=-s(s-x)(s-y).$$

Da primeira igualdade obtemos que $s-y=s-x\Rightarrow y=x$ e da segunda igualdade obtemos que $s-z=s-y\Rightarrow z=y$, resultando que $x=y=z.$

Portanto, o triângulo com área máxima e perímetro constante $p$ é um triângulo equilátero.


2900   

Use o método dos multiplicadores de Lagrange para determinar o ponto sobre a parábola $y = x^2$ que se encontra mais próximo do ponto $(0,1) \in \mathbb{R}^2.$


$\displaystyle \left(\frac{1}{\sqrt{2}}, \frac{1}{2} \right)$ e $\displaystyle \left(-\frac{1}{\sqrt{2}}, \frac{1}{2} \right).$


2883   

Determine a curva de nível de $f(x,y) = x^2 + 16y^2$ que seja tangente à curva $xy = 1$, $x>0$ e $y>0$. Qual o ponto de tangência?


$x^{2} + 16 y^{2} = 8;$ o ponto de tangência é $\displaystyle \left( 2, \frac{1}{2} \right).$


2862   

Estude com relação a máximos e mínimos a função dada com as restrições dadas.

$f(x,y) = x^2 + 2y^2$ e $3x + y = 1.$


Ponto de mínimo:  $\displaystyle \left( \frac{6}{19}, \frac{1}{19} \right)$.


2884   

Determine o ponto da reta $x + 2y = 1$ cujo produto das coordenadas seja máximo.


$\displaystyle \left( \frac{1}{2}, \frac{1}{4} \right).$


2887   

Encontre o ponto da curva $x^2 - 2xy + y^2 - 2x - 2y + 1 = 0$ mais próximo da origem.


$\displaystyle \left( \frac{1}{4}, \frac{1}{4} \right).$


2888   

Encontre os pontos da curva $x^2 - 6xy - 7y^2 + 80 = 0$ mais próximos da origem. Desenhe a curva.


$(1,3)$ e $(-1,-3).$ Realizando a mudança de coordenadas $x = \frac{1}{\sqrt{10}} u - \frac{3}{\sqrt{10}} v$ e $y = \frac{3}{\sqrt{10}} u + \frac{1}{\sqrt{10}} v,$ a equação da curva inicial é transformada em $\frac{u^{2}}{10} - \frac{v^{2}}{40} = 1,$.


2880   

  1. Mostre que o valor máximo de $a^2b^2c^2$ sobre uma esfera de raio $r$ centrada na origem de um sistema de coordenadas cartesianas $(a,b,c)$ é $(r^2/3)^3$.

  2. Usando o item anterior, mostre que, para números não negativos $a$, $b$ e $c$,

    $$(abc)^{\frac{1}{3}} \leq \frac{a + b + c}{3},$$

    isto é, a média geométrica de três números não negativos é menor que ou igual à média aritmética.


  1. Use multiplicadores de Lagrange para maximizar $f(a,b,c) = a^{2}b^{2}c^{2}$ sujeita a restrição $a^{2} + b^{2} + c^{2} = r^{2}.$

  2. Como $(\sqrt{a},\sqrt{b},\sqrt{c})$ está na esfera $a + b + c = r^{2},$ pelo item 1 segue que $abc = f(\sqrt{a},\sqrt{b},\sqrt{c}) \leq \left(\dfrac{r^{2}}{3}\right)^{3} = \left(\dfrac{a + b + c}{3}\right)^{3}.$


2869   

Estude com relação a máximos e mínimos a função dada com as restrições dadas.

$f(x,y) = x^2 - 2xy + 3y^2$ e $x^2 + 2y^2 = 1.$


Pontos de máximo: $\displaystyle \left( \frac{1}{\sqrt{3}}, -\frac{1}{\sqrt{3}} \right)$ e $\displaystyle \left( -\frac{1}{\sqrt{3}}, -\frac{1}{\sqrt{3}} \right)$; pontos de mínimo:  $\displaystyle \left( \frac{2}{\sqrt{6}}, \frac{1}{\sqrt{6}} \right)$ e $\displaystyle \left( -\frac{2}{\sqrt{6}}, -\frac{1}{\sqrt{6}} \right)$.


3090   

Sejam \(\alpha\), \(\beta\) e \(\gamma\) os ângulos de um triângulo.

  1.  Use multiplicadores de Lagrange para determinar o valor máximo de \(f(\alpha,\beta,\gamma)=\cos\alpha\cos\beta\cos\gamma\) e determine os ângulos para os quais o máximo ocorre.

  2.  Expresse \(f(\alpha,\beta,\gamma)\) como uma função apenas de \(\alpha\) e \(\beta\) e use um software de apoio computacional para fazer o gráfico dessa função de duas variáveis. Confirme que o resultado obtido no item anterior é consistente com o gráfico.


  1. \(\alpha = \beta=\gamma=\pi/3\) e valor máximo \(=1/8\).


2902   

Determine os valores máximo e mínimo absolutos de

$$f(x,y) = x^2 + 2y^2 - x$$

no conjunto $D = \{(x,y) \in \mathbb{R}^2: x^2 + y^2 \leq 1 \}$.


Valor máximo: $\dfrac{9}{4};$ valor mínimo: $-\dfrac{1}{4}.$


2878   

Determine os valores extremos de $f(x,y) = 2x^2 + 3y^2 - 4x - 5$ na região descrita por $x^2 + y^2 \leq 16$.


Valor máximo: $f(-2, \pm 2 \sqrt{3}) = 47$ e valor mínimo $f(1,0) = -7.$


2868   

Estude com relação a máximos e mínimos a função dada com as restrições dadas.

$f(x,y) = x^3 + y^3 - 3x - 3y$ e $x + 2y = 3.$


Ponto de máximo local: $\displaystyle \left(- \frac{13}{7}, \frac{17}{7} \right)$; ponto de mínimo local:  $\displaystyle \left( 1,1 \right)$.


2875   

Utilize os multiplicadores de Lagrange para determinar os valores máximo e mínimo da função sujeita à(s) restrição(ões) dada(s).

$f(x_1,x_2, \ldots, x_n) = x_1 + x_2 + \cdots + x_n; \quad x_1^2 + x_2^2 + \cdots + x_n^2 = 1.$


Valor máximo: $\sqrt{n};$ valor mínimo: $-\sqrt{n}.$


2874   

Utilize os multiplicadores de Lagrange para determinar os valores máximo e mínimo da função sujeita à(s) restrição(ões) dada(s).

$f(x,y,z) = x^4 + y^4 + z^4; \quad x^2 + y^2 + z^2 = 1.$


Valor máximo: $1;$ valor mínimo: $\dfrac{1}{3}.$


2903   

Determine os pontos da superfície $xyz = 1$ que estão mais próximos da origem.


$(1,1,1),$ $(1,-1,-1),$ $(-1,1,-1)$ e $(-1,-1,1).$


2865   

Estude com relação a máximos e mínimos a função dada com as restrições dadas.

$f(x,y) = x^2 + 2xy + y^2$ e $x + 2y - 1 = 0.$


Ponto de mínimo: $\displaystyle \left(-1,1 \right)$


2897   

Determine o plano tangente à superfície $\frac{x^2}{4} + \frac{y^2}{9} + \frac{z^2}{16} = 1$, com $x > 0$, $y > 0$ e $z > 0$, que forma com os planos coordenados um tetraedro de volume mínimo. (Dica: O volume do tetraedro formado pelos planos coordenados e o plano $ax + by + cz = d$ no primeiro octante é dado por $V = d^3/(6abc)$.)


$6x + 4y + 3z = 12\sqrt{3}.$


2873   

Utilize os multiplicadores de Lagrange para determinar os valores máximo e mínimo da função sujeita à(s) restrição(ões) dada(s).

$f(x,y,z) = 2x + 6y + 10z; \quad x^2 + y^2 + z^2 = 35.$  


Valor máximo: $70;$ valor mínimo: $-70.$


2886   

Determine o ponto do elipsóide $x^2 + 4y^2 + z^2 = 1$ que maximiza a soma $x + 2y + z$.


$\displaystyle \left( \frac{1}{\sqrt{3}}, \frac{1}{2\sqrt{3}}, \frac{1}{\sqrt{3}} \right).$


2885   

Determine o ponto da parábola $y = x^2$ mais próximo de $(14,1)$.


$(2,4).$


2899   

Determine o valor máximo de $f(x,y,z) = 6x + z$ sobre a curva de interseção das superfícies $x^2 + y^2 = 4$ e $z = x^2 - 2y^2$.


$16.$


2776   

Encontre os pontos da elipse $x^2 + xy + y^2 = 3$ mais próximos e mais distantes da origem.



A distância entre um ponto $(x,y)$ e a origem $(0,0)$ é

$$d=\sqrt{(x-0)^{2}+(y-0)^{2}}=\sqrt{x^{2}+y^{2}}.$$

Mas a álgebra fica mais simples se maximizarmos e minimizarmos o quadrado da distância:

$$d^{2}=f(x,y)=x^{2}+y^{2}.$$

A restrição é que os pontos pertencem a elipse, ou seja,

$$g(x,y)=x^{2}+xy+y^{2}=3$$

De acordo com os multiplicadores de Lagrange, resolvemos $\nabla f=\lambda \nabla g$ e $g=3.$ Então

$$\nabla f(x,y)=(2x,2y)$$

e

$$\lambda \nabla g(x,y)=\lambda(2x+y,x+2y)=(2x\lambda+y\lambda,2y\lambda+x \lambda).$$

Logo temos,

\begin{array}{rcl}2x=2x\lambda+y\lambda\\2y=2y\lambda+x\lambda\\x^{2}+xy+y^{2}=3\\end{array}

Se $\lambda=0$ teremos que $x=0$ e $y=0$, mas esses valores não satisfazem equação $(3)$. Logo $\lambda \neq 0$ e multiplicando

ambos os lados  da equação $(1)$ por $\dfrac{y}{\lambda}$ e ambos os lados da equação $(2)$ por $\dfrac{x}{\lambda}$, obtemos que

$$\frac{2xy}{y}=2xy+y^{2}\;\;\;\;\;\;\;\; \mbox{e}\;\;\;\;\;\;\;\; \frac{2xy}{y}=2xy+x^{2}.$$

Logo,

$$y^{2}=x^{2}\Rightarrow y=x\;\;\;\; \mbox{ou}\;\;\;\; y=-x.$$

Se $y=x$ temos que da equação $(3)$ que $x^{2}+x^{2}+x^{2}=3\Rightarrow x^{2}=1\Rightarrow x=\pm 1.$

Logo temos os pontos $(1,1)$ e $(-1, -1).$

Se $y=-x$ temos que da equação $(3)$ que $x^{2}-x^{2}+x^{2}=3\Rightarrow x^{2}=3\Rightarrow  x=\pm \sqrt{3}.$

Logo temos os pontos $(\sqrt{3},-\sqrt{3})$ e $(-\sqrt{3},\sqrt{3}).$

Os valores de $f$ nesses pontos são:

$$f(1,1)=f(-1,-1)=2\;\;\;\;\;\;\;\; \mbox{e}\;\;\;\;\;\;\;\; f(\sqrt{3},-\sqrt{3})=f(-\sqrt{3},\sqrt{3})=6.$$

Portanto, $(1,1)$ e $(-1, -1)$ são os pontos mais próximos e $(\sqrt{3},-\sqrt{3})$ e $(-\sqrt{3},\sqrt{3})$ os pontos mais afastados da origem $(0,0).$


2863   

Estude com relação a máximos e mínimos a função dada com as restrições dadas.

$f(x,y) = x^2 + 4y^2$ e $xy = 1$, $x > 0$ e $y>0.$


Ponto de mínimo: $\displaystyle \left( \sqrt{2}, \frac{\sqrt{2}}{2} \right)$.


2881   

O plano $x + y + 2z = 2$ intercepta o paraboloide $z = x^2 + y^2$ em uma elipse. Determine os pontos dessa elipse que estão mais próximo e mais longe da origem.


Mais próximo: $\displaystyle \left( \frac{1}{2}, \frac{1}{2},\frac{1}{2} \right)$ e mais distante: $\displaystyle \left( -1,-1,2 \right).$


2901   

Determine os valores de máximo e mínimo de $f(x,y,z) = x^2 - yz$ em pontos da esfera $x^2 + y^2 + z^2 = 1$.


Valor máximo: $1;$ valor mínimo: $\displaystyle -\frac{1}{2}.$


2872   

Utilize os multiplicadores de Lagrange para determinar os valores máximo e mínimo da função sujeita à(s) restrição(ões) dada(s).

$f(x,y) = x^2y; \quad x^2 + 2y^2 = 6.$


Valor máximo: $4;$ valor mínimo: $-4.$


2871   

Utilize os multiplicadores de Lagrange para determinar os valores máximo e mínimo da função sujeita à(s) restrição(ões) dada(s).

$f(x,y) = 4x + 6y; \quad x^2 + y^2 = 13.$


Valor máximo: $26;$ valor mínimo: $-26.$


2876   

Utilize os multiplicadores de Lagrange para determinar os valores máximo e mínimo da função sujeita à(s) restrição(ões) dada(s).

$f(x,y,z) = yz + xy; \quad xy = 1, \quad y^2 + z^2 = 1.$


Valor máximo: $\dfrac{3}{2};$ valor mínimo: $\dfrac{1}{2}.$


2879   

A produção total $P$ de certo produto depende da quantidade $L$ de trabalho empregado e da quantidade $K$ de capital investido. Nas Seções 14.1 e 14.3 do livro do Stewart, foi discutido o modelo Cobb-Douglas $P = bL^\alpha K^{1-\alpha}$ seguido de certas hipóteses econômicas, em que $b$ e $\alpha$ são constantes positivas e $\alpha < 1$. Se o custo por unidade de trabalho for $m$ e o custo por unidade de capital for $n$, e uma companhia puder gastar somente uma quantidade $p$ de dinheiro como despesa total, então a maximização da produção $P$ estará sujeita à restrição $mL + nK = p$. Mostre que a produção máxima ocorre quando

$$L = \dfrac{\alpha p}{m} \quad \text{e} \quad K = \dfrac{(1 - \alpha)p}{n}.$$


2882   

O plano $4x - 3y + 8z = 5$ intercepta o cone $z^2 = x^2 + y^2$ em uma elipse.

  1. Faça os gráficos do cone, do plano e da elipse.

  2. Use os multiplicadores de Lagrange para achar os pontos mais alto e mais baixo da elipse.


  1. Gráficos.

  2. Ponto mais alto: $\displaystyle \left( -\frac{4}{3}, 1,\frac{5}{3} \right)$ e ponto mais baixo: $\displaystyle \left( \frac{4}{13}, -\frac{3}{13},\frac{5}{13} \right).$



2867   

Estude com relação a máximos e mínimos a função dada com as restrições dadas.

$f(x,y) = x^2 - 2y^2$ e $x^2 + y^2 - 2x = 0.$


Ponto de máximo: $\displaystyle \left( 2,0 \right)$; pontos de mínimo: $\displaystyle \left( \frac{2}{3}, \frac{2\sqrt{2}}{3} \right)$ e $\displaystyle \left( \frac{2}{3}, \frac{-2\sqrt{2}}{3} \right)$.


2877   

Embora $\nabla f = \lambda \nabla g$ seja uma condição necessária para a ocorrência de um valor extremo de $f(x,y)$ sujeito à restrição $g(x,y) = 0$, ela não garante por si só que ele exista. Como um exemplo, tente usar o método dos multiplicadores de Lagrange para encontrar um valor máximo de $f(x,y) = x + y$ sujeito à restrição $xy = 16$. O método identificará os dois pontos $(4,4)$ e $(-4,-4)$ como candidatos para a localização dos valores extremos. Ainda assim, a soma $x + y$ não tem valor máximo sobre a hipérbole. Quanto mais distante você está da origem nessa hipérbole no primeiro quadrante, maior se torna a soma $f(x,y) = x + y$.


Note que quando $x \to 0,$ tem-se $y \to \infty$ e $f(x,y) \to \infty;$ e quando $x \to -\infty,$ tem-se $y \to 0$ e $f(x,y) \to -\infty,$ logo não há valores máximo e mínimo de $f$ sujeito a esta restrição.